Sinsjusto

Notícias

SINSJUSTO REPUDIA MP QUE CONCEDE BÔNUS AO ALTO ESCALÃO DO EXECUTIVO

É com estranheza que o Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Tocantins (SINSJUSTO) reage a Medida Provisória de nº18, publicada no Diário Oficial de terça-feira, 5, que concede bônus de 40% a comissionados do 1º e 2º escalão. A bonificação, que é livre de impostos e não aplica ao vencimento, contradiz o discurso do Estado de que vive uma crise financeira.

Segundo o texto da medida provisória a bonificação é para os Secretário de Estado, Secretários-chefes, Secretários extraordinários, Secretários executivos, Presidentes, vice-presidentes, Superintendentes dos órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta do Estado, e não condiz com um Estado que se nega a pagar os direitos dos servidores, concedendo somente 1% de data-base para todos os poderes, inclusive os do judiciário que tem autonomia, alegando péssimas condições financeiras,contenção de despesas, respeito ao limite prudencial da LRF.

Na época em que o Governo organizou acordo para pagar somente 1% de data-base, a Diretoria do SINSJUSTO já esperava que algo desse tipo viria à tona, afinal de contas no Tocantins o ditado "angu pouco, meu pirão primeiro" sempre prevaleceu.

O que causa revolta é perceber que, o chefe do judiciário, um poder autônomo, não teve o mesmo entendimento da Diretoria ao ponto de lutar pelos seus servidores, pelo contrário, permanecendo inerte diante de uma interferência em sua autonomia. O receio dos dirigentes da entidade é que o Poder Judiciário se torne apenas uma secretaria do Executivo, sempre com o "pires na mão pedindo".

Para o SINSJUSTO o Governo que ora concede esse bônus é contraditório em suas ações, desrespeitoso com os servidores e injusto.

O Governo alega que o bônus será concedido como uma forma de incentivo pela produtividade, cumprimento de metas e resultados, mas o entendimento do SINSJUSTO é de que se metas e prazos são "batidos", os bonificados deveriam ser os TRABALHADORES, já que são eles que fazem a "máquina" funcionar.