Sinsjusto

Galeria dos Presidentes

foto do presidente X

Adiniz de Oliveira Pego (1992-1994)

Adiniz de Oliveira Pego, em 1992 foi o primeiro presidente do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Estado do Tocantins – Sinsjusto.

Neste período o Sindicato estava localizado na cidade Araguaína e Adniz lutou pelos direitos e necessidades dos servidores da justiça estadual. Adiniz deixou a presidência do Sinsjusto em 1994.

Conheça mais:
Adiniz de Oliveira Pego atualmente esta aposentado e mora na cidade de Muricilândia-TO.

foto do presidente X

Francisco Dovercy Leite (1994-1996)

Francisco Dovercy Leite assumiu a presidência do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Estado do Tocantins – Sinsjusto em 1994 e permaneceu até 1996.

Segundo Dovercy as dificuldades enfrentadas na época foram muitas, sendo que as maiores eram reorganizar um sindicato desacreditado, barreiras para criar ações em virtude da pouca arrecadação, incentivar a classe para voltar a participar. O ex-presidente também ressalta que sensibilizar o legislativo para criar o Plano de Cargos e Salários e deixar um sindicato atuante com credibilidade e confiança de toda a classe, foram outras grandes lutas.

Conheça mais:
Francisco Dovercy Leite é natural de Aurora/CE, entrou no Judiciário em 1988 no cargo de Oficial de Justiça. Atualmente é empresário no ramo de industrialização de pães e derivados, na cidade de Imperatriz/MA.

foto do presidente X

Pedro Coelho de Sousa (1996-2003)

Pedro Coelho de Sousa foi presidente do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Estado do Tocantins – Sinsjusto em 1996. A primeira providencia de Pedro Coelho foi à transferência da sede do Sindicato de Araguaína para Palmas, Capital do Estado.

De acordo com Pedro, sua gestão enfrentou muitas dificuldades em prol do Sindicato, como 85 dias de greve em busca de melhorais salariais, tendo inclusive a suspensão total do seu próprio salário.

O presidente também fez uma reforma estatuária, pois o estatuto era muito antigo e desatualizado. Aquisição de um carro para o Sindicato, implantação de um plano de saúde para os servidores (Samed), aumento salarial foram algumas das conquistas de Coelho.

Pedro Coelho de Sousa permaneceu à frente do Sinsjusto até o ano de 2003.

Conheça mais:
Pedro Coelho de Sousa é natural de Itacajá/TO, morou durante doze anos na cidade de Gurupi em Julho de 1998 mudou-se para Palmas. Ingressou no Judiciário em 28 de outubro de 1979 e atualmente desempenha o cargo de Oficial de Justiça e Avaliador.

foto do presidente X

Giann Magna de Oliveira Almeida de Moura (2003-2006)

Giann Magna de Oliveira Almeida de Moura foi presidenta do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Estado do Tocantins – Sinsjusto de 2003 a 2006.

Segundo Giann seu mandanto foi marcado por inúmeras greves que levaram os servidores a alcançar várias conquistas, principalmente na parte salarial. A primeira greve foi em agosto de 2003 e pendurou até janeiro de 2004.

Em 2005 o Sinsjusto passou por uma nova greve. Nesta greve os servidores realizaram acampamento de quase um mês em frente à Assembleia Legislativa, frequentes caminhadas na Avenida JK rumo ao Tribunal de Justiça e neste período vários servidores das comarcas do interior vieram para Palmas lotando o plenário da Assembleia, para aprovação do Plano de Cargos e Salários.

Entre as conquista alcançadas estão o recebimento da função especial comissionada (FEC), incorporação da FEC ao salário, implantação do primeiro plano de cargos e salários, aumento de quase 200% no valor do salário-base, aumento no quantitativo de filiados, diminuição dos gastos e reserva de dinheiro no Caixa do Sindicato, valorização e fortalecimento do Sindicato, união dos servidores das comarcas e do Tribunal de Justiça na busca de suas conquistas.

Conheça mais:
Giann Magna de Oliveira Almeida de Moura é natural de Porto Nacional mora em palmas desde 2001. Giann é formada em Biologia pela Universidade Estadual do Tocantins – Unitins, também é graduada em Direito pela Universidade Federal do Tocantins – UFT e recentemente concluiu a pós-graduação em Gestão Judicial. A ex-presidenta ingressou no Judiciário em 1994 e atualmente é escrevente da 3ª Vara Civil no fórum de Palmas.

foto do presidente X

José Carlos Pereira (2006-2012)

José Carlos Pereira foi presidente do Sindicato dos Serventuários e Servidores da Justiça do Estado do Tocantins – Sinsjusto por dois mandatos de 2006 a 2012.

Na gestão do Pereira os servidores conquistaram aumento salarial, tornando os servidores do Tocantins entre os melhores salários do judiciário nacional. Outra conquista desta diretoria foi a aquisição de um clube para o Sindicato em 2008, com recursos financeiros exclusivamente dos filiados.

A implantação da produtividade no percentual de 30%, do Auxílio alimentação; Gratificação por risco pessoal; Gratificação e Atividade Judiciária; todas as reposições da data-base foram outras conquistas do Sindicato para os servidores.

Pereira e seus colegas enfrentaram 94 dias de greve em busca da aprovação do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração). Segundo Pereira foram dias de muita tensão, onde realizaram grandes assembleias com servidores e manifestações no Tribunal de Justiça.

Conheça mais:
José Carlos Pereira nasceu em Castanhal no Pará e em 1994 se mudou para o Tocantins por ter sido aprovado em primeiro lugar no concurso do Tribunal de Justiça. Pereira atua como oficial de justiça na comarca de Palmas, formado em Pedagogia e pós-graduado.

foto do presidente X

Janivaldo Ribeiro Nunes (2012/2015

A frente do Sinsjusto por um mandato, Janivaldo Ribeiro Nunes, além de buscar melhorias salariais e a manutenção dos direitos dos servidores, implantou o primeiro plano de saúde vinculado ao Sinsjusto, fez melhorias na sede social do sindicato, reformas, construiu banheiros, uma casa para os caseiros do clube, iniciou a obra do prédio da sede própria do sindicato e procurou fortalecer a entidade visitando as comarcas na busca pela ampliação do número de filiados.

“As visitas às Comarcas foi no sentido de aproximar os colegas do Sindicato, pois com isso nos tornaríamos cada vez mais unidos e fortes. E isso sem dúvida aconteceu. Além da política sindical propriamente dita, firmamos várias parcerias com empresas e instituições para atender nossos filiados nas demandas que a vida nos apresenta, como é o caso da aproximação com a Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça (ASTJ) e a disponibilidade de um Plano de Saúde em suas várias modalidades”, ressaltou o ex- presidente Janivaldo Ribeiro.

Saiba mais:   Janivaldo Ribeiro Nunes (2012-2015) é natural de Paranã (TO), começou no judiciário como Oficial/Tabelião Substituto no 1° Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de Paranã - Extrajudicial. Em 2003, tomou posse para o cargo de Escrivão na Comarca de Gurupi e, no mesmo dia, se filiou ao sindicato. Foi vice-presidente do Sinsjusto (2006/2009), primeiro secretário (2009/2012), presidente (2012/2015) e, atualmente, é Diretor Previdenciário. É formado em direito e pós-graduado em Administração com Ênfase em gestão Judicial.